• Facebook: ifscitajai
  • Twitter: ifscitajai

Banner

Home
Câmpus promove debates sobre preconceito racial PDF Imprimir E-mail

O tema da Consciência Negra norteou uma série de trabalhos no Câmpus Itajaí esta semana. Na terça-feira (22), o cineclube “Pano para manga” promoveu a exibição de um documentário sobre o tema, produzido pela IFSCTV. “Nós escolhemos o documentário da IFSCTV porque entendemos que ele retrata um contexto muito próximo dos alunos. O debate foi muito positivo e entendemos que precisa ser ampliado. Não pode ficar restrito a apenas esta semana”, avalia o professor Leonardo da Silva.

 

 

 


Após a exibição, a servidora do Câmpus Ana Chagas participou de um bate-papo com os alunos. Ela falou sobre Zumbi de Palmares e contou um pouco do seu trabalho como produtora cultural junto a grupos de hip hop no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina.“O debate foi bastante positivo. O que me chamou a atenção foi a fala dos alunos dizendo que nunca tiveram professores negros. Outros relataram que se sentem incomodados quando alguém conta uma piada racista e isso é importante porque quando você questiona esses posicionamentos preconceituosos e se sente incomodado, você já está fazendo a diferença.”



O debate continuou ainda no Conversation Club, clube de conversação de inglês, realizado nesta quinta-feira (24) no Câmpus. Com o tema “Black lives matter” (“As vidas dos negros importam”), a proposta do grupo foi discutir preconceito racial a partir das manifestações que surgiram nos EUA em protesto pelo assassinato de jovens negros em 2014. Participaram do debate servidores, alunos e membros da comunidade externa. “Eu fiz um curso FIC no Câmpus de conversação de inglês e tenho participado do Conversation Club. Eu achei esse debate muito interessante porque ajuda a “abrir a mente””, afirma a coaching Isabela Carnignon.


Frequentadora do Conversation Club, a assessora da direção do Câmpus, Fernanda Rodrigues, avalia que essas discussões são fundamentais. “Participar destes debates é muito importante porque nos aproxima dos alunos. Seria interessante que mais servidores e, inclusive, os pais também participassem.”


Para assistir ao documentário produzido pela IFSCTV, clique aqui.

 

Por Beatrice Gonçalves / Jornalismo IFSC

 

Para visualizar PDF você precisa do Adobe Reader: Clique aqui para baixar.